Ginástica para Dor

As afecções musculoesqueléticas referem-se ao comprometimento de músculos, fáscias (tecido conjuntivo que envolve os músculos), articulações, cartilagens, tendões, ligamentos, nervos e ossos. As patologias relativas a essas estruturas normalmente têm um elemento comum: a dor.

A dor musculoesquelética é problema de saúde pública mundial. É uma das principais causas de ausência no trabalho e aposentadorias por doença, trazendo sérias consequências econômicas e sociais. Mas, mais do que tudo, gera um sério prejuízo de qualidade de vida para aquele que dela sofre. Uma pessoa com dor produz menos e tem menos prazer em suas atividades diárias, pode sofrer de incapacitação em diversas atividades, cansa-se com mais facilidade, tem desordens de humor, é mais sujeita a depressão, dificuldade de concentração, baixa de apetite, transtornos de sono e ansiedade.

Vários fatores contribuem para as dores musculoesqueléticas. Em primeiro lugar, o simples fato de nosso corpo ter de se contrapor à força da gravidade para manter-se em pé ou sentado e realizar suas atividades, gera sobrecarga nas estruturas mencionadas. Isso se potencializa pelo fato de nós, humanos, sermos bípedes e longilíneos, tendo porisso uma base de sustentação estreita, fazendo com que a luta com a gravidade tenha de ser maior para mantermos estabilidade. Além disso, falta de exercício apropriado para manter a saúde desse sistema, esforços repetitivos sem pausas, má posição para realizar movimentos, má postura, passar muito tempo numa mesma posição (sentada, por exemplo), uso excessivo de computadores, somatização de stress, excesso de esportes, sedentarismo, são os principais fatores que levam à dor.

É fundamental uma prática que contrabalance esses desgastes e auxilie o corpo a recobrar seu equilíbrio constantemente prejudicado.

Em nossos dias, começa a haver uma certa consciência sobre a importância de praticar exercícios físicos. Mas para ter menos dores, uma outra prática, que não a caminhada, a corrida, a musculação ou os esportes, se faz necessária. Uma prática que se ocupe da harmonização de todas as estruturas que compõem nosso sistema musculoesquelético; uma prática que dê conta de trabalhar com refinamento cada uma delas e sua relação de conjunto, devolvendo ao corpo mobilidade articular, elasticidade, o tônus correto, organização e fluidez em seus gestos, com bom alinhamento postural.

A Ginástica Holística é um método que foi desenvolvido com esse fim, pela médica alemã Lily Ehrenfried, a partir de meados da década de 1930. É uma abordagem que parte da conscientização corporal, do trabalho ativo e da reequilibração da respiração, buscando a melhor função musculoesqueletica com um mínimo de desgaste, mais qualidade de vida e longevidade.
Agende uma consulta
Agende aqui a sua consulta, informe-se sobre pacotes e começe já uma vida mais saudável.
Veja também
Tennis Elbow
Tennis Elbow
Ginástica para Dor
Ginástica para Dor
Estilo de Vida e Saúde
Estilo de Vida e Saúde
Maria Luisa Afonso de André © 2013 - Todos os direitos Reservados